28.11.06

Governo fotossíntese

Os ministros do Governo de José Sócrates estão reféns da matemática. Numa mão têm uma tabuada, noutra um papel pardo e, na orelha um lápis mal afiado como o que se usavam nas antigas mercearias. Têm um único problema: não sabem somar, apenas aprenderam a subtrair. A sua única actividade é o corte. Porque ainda estão a ter aulas de costura.
Agora são as universidades que vivem a soro. Nem já há dinheiro para pagar o 13º mês a professores e funcionários. E, se hoje há conquilhas magras, para o ano não sabemos. A tudo isso o Governo faz ouvidos de mercador: a sua voz troveja, dizendo que a aposta é a educação e a tecnologia. Mas, na realidade, actua como Jack, o Estripador: asfixia as universidades.
O Governo de Sócrates é o exemplo perfeito da forma como se destrói a função fotossíntese das universidades. Tira-se o oxigénio para que elas libertem dióxido de carbono. E assim nos aproximamos alegremente do Quarto Mundo.

2 comentários:

João Villalobos disse...

Já postei e linkei no Corta-Fitas. Excelente começo mas agora vais descobrir que há que alimentar o "bicho" todos os dias :)
Força na BTT!
Abraço grande

a voz disse...

Caro Fernando

Entre o Pulo do Gato e o Voo da Águia, por que não o segundo.

Abraço.