24.11.06

A canção do elefante branco

Ainda antes de abrir a loja de porcelana da Ota ela já se transformou num elefante branco. Já destruiu todos os orçamentos. E o desastre promete não ficar por aqui. O que é o défice comparado com o elefante branco em que se vai transformar a Ota?

3 comentários:

luis miguel afonso disse...

Acabei de ler tudo com coração, meu amigo. Isto não dá vontade de emigrar. Não, isso é para os fracotes. Dá vontade é de "espetar" com esta gente toda numa ilha deserta (pode ser na Madeira) e instaurar um verdadeiro governo de salvação nacional. Cheio daqueles portugueses que pensam, agem e discutem as coisas sem olhar se a pipa do vizinho do lado lhe vai dar o prometido vintage no futuro ou não. Será que esta gente não sabe ao menos copiar o que de melhor se faz lá fora. Copiar! Copiar! Aquilo que todos eles fizeram para tirar os seus cursos. Copiem-se os Irlandeses, os Neo-zelandeses e os demais. Será que é assim tão difícil?
PS: Espero por ti lá em casa no domingo

PSG disse...

Mais um blogue nos meus Favoritos. (quer dizer, o Gato já estava nos meus favoritos, mas agora o Sobral deu em homem moderno e lê-lo é só às postas). Por cá andarei...

CP disse...

Gostei de te ler, Fernando. Tenho saudades tuas :) Um beijo enorme para ti.